Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
pauloantoniofdh

Poderosas Simpatias Para Parelhar Namorado Rapidamente

Castle In The Air


Filme no YouTube de artista amadora jovem atrai a atenção de empresário e gravadora internacional. Tal trajetória, à moda Justin Bieber , interessa a sul-matogrossense Amannda , de dezenove anos. “Tudo aconteceu muito ligeiro, foi uma loucura”, conta. E o que ela busca com a fama? “Carinho. Pretendo ser conhecida pelo meu trabalho”.


Com ares interioranos e sorriso descomplicado, Amannda garante que não escolheu o rumo do sertanejo universitário somente por modismo. “Minha família sempre ouviu muito sertanejo, este tipo de música está comigo desde pequena”. Com 10 anos de idade, a cantora neste momento fazia sucesso em festas de aniversário e formaturas. Viajando pelo Brasil na promoção de seu primeiro CD e DVD ao vivo, gravado este ano, a cantora afirma ter significado uma transformação pela forma como o sertanejo vem sendo tratado. “Acho que melhorou bastante nos últimos anos, porém ainda existe um tanto de preconceito”, conta. Com em tão alto grau tempo retirado de residência, árduo é arrumar um namorado. “Namoro vai me atrapalhar.


Eu viajo muito, se estivesse apaixonada morreria de saudade”, revela, definitivamente acanhada com a pergunta. Ok. Porém e se alguém estiver interessado, qual a melhor forma de se aproximar? “Não existe uma técnica infalível. Acho que é Deus que escolhe duas pessoas pra ficarem juntas”, teoriza. Ela só faz uma ressalva: “não tem nada pior do que Cameron Diaz: ” Ser Monogâmica Sexualmente é A Parcela Mais difícil De Um Relacionamento” . É fora pela certa”.


Amannda ainda não é do tipo que anda rodeada de seguranças e leva quarteirões de fãs por onde passa, todavia a cantora conta que prontamente é conhecida em alguns lugares. “Adoro quando isto acontece. Com apenas dezenove anos de idade, será que o sucesso não sobe à cabeça? “Tento não me deixar transportar na fama. Eu sou uma pessoa normal, como cada outra”, garante. Apesar de insuficiente tempo na rua, Amannda, além de pensar com uma parceria com os ídolos Chrystian e Ralf , agora visualiza um futuro mais quieto. “ Rômulo Arantes Neto Não é Homem Pra Casar espero estar com menos correria”, finaliza.



  • Se você consegue saber por onde ele anda, ele assim como podes

  • #189 paty

  • Faça ela te olhar como um macho atraente


  • 8 Chiara Marcondes



Lembrei-me de imediato do post do cientista político ao ler o livro de Marcia Tiburi, para as pessoas que a ética tornou-se uma espécie de palavra mágica que teria o poder de “presentificar” a obrigação nela contida. Em outras frases, “(…) qualquer um que diz ‘ética’ põe em ação sua virtude de bumerangue: a pronúncia da frase ‘ética’ convoca a ser ético aquele que fala. Pronunciando alguma coisa como ‘ética’, alguém podes ponderar que ela está autorrealizada como profecia; ao discursar da inexistência de ética do outro, há quem acredita tornar-se automaticamente livre da inexistência de ética que pode estar justamente projetando no outro”.


Uma cultura de corrupção é como uma banalidade do mal, escreve Marcia Tiburi. O traço é no momento em que nos acostumamos e aprendemos a conviver com o mal. “O mal torna-se algo entre nós trivial; não a exceção, mas o fundamento. No caso da corrupção, entendida como um gesto deliberado e inevitável em tomar para si o que pertenceria de justo a outrem (…), ela se torna um dado estranhamente afirmativo da cultura. O cinismo é alto a causa social quando pensamos que a corrupção é inevitável.


Se hoje desejamos nos perguntar ‘quem não seria corrupto? ’ é por causa de entendemos que a corrupção tomou aquele ambiente do bem na autoconservação social em geral. A corrupção é o critério. Como Tomar Um Capricorniano do nosso tempo, ela aparece como uma nova regra de cada conduta, uma contraditória ‘moral imoral’”. Enfim, Marcia conclui: “Da governabilidade aos atos cotidianos, o corrompido universo da vida, no qual ética e política cindiram-se há longo tempo, transformou-se pela a toda a hora saqueável terra de ninguém”.


Tags: próximo

Don't be the product, buy the product!

Schweinderl